Neve no Chile: escolhendo sua estação de esqui

Vai, admite: é o sonho de 9 entre 10 brasileiros conhecer a neve, tô errada? Para cariocas então, que estão acostumados com temperaturas na casa dos 30 e muitos graus no verão e que vestem sobretudos e botas quando o termômetro bate na casa dos 20, neve é um delírio que só e a gente acaba virando criança! Nesse post você vai entender como funcionam as duas principais estações de esqui nos arredores de Santiago e como você pode realizar seu sonho de ver neve no Chile! Vem comigo 🙂

COMO CHEGAR NOS CENTROS DE ESQUI

neve no chile

Como falei no post sobre Cajón del Maipo, existe sempre a opção de ir por conta própria para as estações. Porém eu novamente não recomendo, por causa do perigo que é dirigir nas estradas com gelo e neve.

Em nossa estadia em Santiago, contamos com a parceria da Chile Já, agência que nos levou até ambas as estações, Farellones e Valle Nevado. A van passa cedinho no hotel, em um horário combinado no dia anterior ao passeio e segue ladeira acima as 40 ou 60 curvas da Cordilheira dos Andes, até chegar no destino de cada passageiro. O transfer para cada estação custa em torno de 20.000 CLP por pessoa.

É muito importante contratar uma agência que tenha bons motoristas, porque as curvas na subida são bastante perigosas e fechadas e muitas vezes o caminho fica um tanto ‘atravancado’ quando tem algum carro descendo. Então indico de olhos fechados a Chile Já pela paciência e destreza dos motoristas no transfer para as estações!

 

QUE ROUPA DEVO USAR?

neve no chile

Se você viajou para ver neve no Chile porém não tem roupas adequadas para o passeio, não se preocupe! Na subida para as estações todas as agências param em lojas específicas de esqui – a nossa foi a Km4. Na loja, você pode experimentar o traje de neve completo: calças, botas, casaco e luvas.

neve no chile

Alugar o kit completo custa em torno de 30.000 CLP e cada peça separada cerca de 8.000. Indo para qualquer uma das estações eu indico alugar o kit completo – primeiro pelo valor, que vale bastante a pena se comparado com a peça avulsa, e segundo que você vai querer ter a liberdade de brincar à vontade na neve sem ficar todo ensopado, passando frio e correndo risco de ficar gripado por conta de roupa molhada! Então entre na fila, experimente a roupa e volte a ser criança, brincando na neve! 😀

 

QUANTO CUSTA VER NEVE NO CHILE

neve no chile

Farellones com certeza é a opção mais econômica das estações. O ingresso, que te permite brincar o dia todo, custa 27.000 CLP por pessoa. Querendo aproveitar e esquiar por lá, você pode escolher entre:

  • Entrada + Aulas coletivas Silver: 39.000 CLP com 2 horas de aulas coletivas com equipamentos já inclusos. 
  • Entrada + Aulas coletivas Golden: 49.000 CLP com 2 horas de aulas coletivas com equipamentos inclusos.
  • Entrada + Aulas particulares: 59.000 CLP com 1 hora de aula particular com equipamentos inclusos. 

neve no chile

Já o Valle Nevado custa 49.500 CLP por pessoa, somente a entrada no parque. Nele você também encontra diversos combos:

  • Ticket + almoço no Bajo Zero (fast food): 53.500 CLP
  • Ticket + equipamento de snow ou esqui: 69.500 CLP
  • Ticket + equipamento + almoço no Bajo Zero: 81.000 CLP

Em Agosto de 2018 as duas estações estavam com descontos para cada bandeira de cartão: em Farellones, pagando com catão Mastercard às quintas-feiras você ganhava 50% de desconto no ingresso. Já no Valle Nevado, pagando com Visa, você contava com 40% de desconto todos os dias da semana. Então vale verificar em cada temporada quais são os descontos e promoções vigentes! 😉

 

O QUE LEVAR NA MOCHILA

neve no chile

Tá vendo essa foto aí em cima? Tava -5ºC mas olha o sol que brilhava no meu rosto! Então regrinha número 1 para visitar qualquer estação de esqui: leve protetor solar! A neve engana, faz você achar que tá super frio, mas a tantos mil metros de altitude e com o céu limpinho os raios solares ficam ainda mais intensos e te pegam de jeito. Então trate de colocar na mochila protetor solar e labial também – muito importante não esquecer dos lábios!

Além disso, recomendo levar um mínimo de 1.5L de água por pessoa – eu bebi até mais – porque esquiar e brincar na neve cansa e muito! Com a atividade física e o sol, é bom lembrar se ficar sempre hidratado. Junto da água, eu levei alguns lanchinhos, já que a comida lá em cima não é das mais baratas, e afinal, você vai passar o dia todo por lá, né?

 

Veja também: Dicas práticas de Santiago do Chile

 

FARELLONES: PARA CRIANÇAS E ADULTOS

neve no chile

Foi nossa primeira incursão de neve no Chile e não poderia ter sido melhor! Localizado a 2.500 metros acima do nível do mar, o Parque de Farellones é uma estação de esqui que eu super recomendo para quem quer brincar e voltar a ser criança!

neve no chile

Farellones é “parque na neve” construído em 1990 e é dividido em 3 níveis acessados por meio do teleférico. Lá você encontra mais de 7 tipos de brinquedos e experiências, tornando o parque uma ótima opção para quem não quer esquiar e sim brincar na neve, como já dizia Ana, do Frozen. 😀

neve no chile

O parque é dividido em 3 níveis, como falei acima, então em cada um deles você encontra brinquedos diferentes:

  • Tirolesa: uma fila enorme – vá preparado! Porém, uma das melhores experiências da minha vida! A tirolesa do parque tem dois níveis, então se você achar que a adrenalina foi demais no primeiro trecho (o menor) você pode descer a pé; se tiver coragem, siga para o maior trecho, com cerca de 500 metros e aproveite!
  • Trineo bandeja (famoso esquibunda): o famigerado esquibunda, onde você desce em uma ‘bandeja’ de plástico e utiliza os pés para frear. Dura poucos segundos a descida, mas a emoção é enorme! Fizemos esse duas vezes e faríamos mais, se não fosse pela fila!
  • Trineo moto: atração nova em Farellones, são como motos em que você desce neve afora! Não consegui experimentar.
  • Farellones Express: o teleférico do parque que conta com uma das vistas mais maravilhosas da Cordilheira; você o utiliza para permear entre os níveis. 
  • Tubing: a MELHOR atividade ever! Você desce em uma boia pista abaixo, cerca de 250 metros. Fique atento para os limites: a altura mínima é de 1,20m (quase que não entro! hahaha) e o peso máximo é 120kg.
  • Fatbike: bicicleta na neve? Isso mesmo! São aquelas bikes de pneu mais grosso, e elas são super concorridas – então se for a sua vibe, chegue no comecinho da abertura do parque e já vá pra fila!

ONDE COMER

neve no chile

Farellones tem uma pegada mais simples na área de alimentação – sanduíches, batata frita, crepes. Minha escolha foi um cachorro quente maroto com batatas fritas e Coca-Cola, e a porção veio super farta e justa pelo preço – algo em torno de 8.000 CLP

neve no chile

Vi opções de sanduíches, crepes, nachos, batata frita, pipoca, chocolate quente, e até uma barraca com comida brasileira: picanha, pão de queijo e coxinha!

 

VALLE NEVADO: PARA OS MAIS EXPERIENTES

neve no chile

Valle Nevado, a famosa estação, está localizada a 60km e cerca de 1h30 de Santiago, na Cordilheira dos Andes. Está a mais de 3.200 metros de altitude e chegar lá é um desafio – tente não enjoar nas mil curvas do caminho! Valle é considerado o maior centro de esqui da América do Sul e segue os padrões das maiores estações da Europa.

Lá você consegue alugar todo o equipamento e os valores são bastante parecidos com os das lojas em Santiago, então recomendo deixar pra alugar tudo lá e evitar a fadiga de levar os trambolhos todos na van! Nessa mesma área existem lockers para você deixar suas botas, mochila, o que quiser, gratuitamente.

neve no chile

A estação possui inúmeras pistas, é até difícil de contabilizar todas, indo do nível iniciante até especialista – PORÉM, opinião sincerona: não achei que as pistas ditas para iniciantes eram de fato pistas tranquilas. O que eu entendo como iniciante é uma pessoa que tem ZERO experiência com esqui e quer começar a brincadeira aos poucos, devagar, aprendendo e caindo. O que eu vi foram pistas super inclinadas, em que você ganha uma velocidade enorme em tempo recorde e como euzinha aqui, morre de medo de morrer, ver sua vida passando diante dos seus olhos e bater um papo com o Cara lá em cima 😀

neve no chile

Pensa só no ridículo: estava eu lá, toda montada no equipamento, me achando a Lu Patinadora e fui descer logo na primeira pista. Fui e não voltei mais! hahahaha A velocidade era muito grande, eu não tinha controle total sobre os esquis e não conseguia parar direito – me estabaquei na neve umas 3 vezes até me render e pegar o teleférico pra subir e encontrar Karina, minha amiga que há muito tinha arregado (ela ‘escorregou’ 10 metros e desistiu!).

Só que: o teleférico era direto para o topo da montanha, na base mais alta do Valle. Subi, subi, subi – o negócio não parava – e me encontrei na última base da estação. Como descer? Apenas esquiando. Mazé claro que eu arreguei bonito e voltei como? De trenó de resgate, com o ‘patrulheiro’ do Parque! hahahaha 😀

ONDE COMER

neve no chile

Como o ticket do parque já tinha um preço alto, optamos por comer no fast food mesmo – o famoso restaurante Bajo Zero. Os preços dos combos são esses da foto, todas as opções eram acompanhadas de batata frita e uma bebida. Confesso que o hambúrguer estava super sem graça, mas nada que uns snacks na mochila não dessem um jeito mais tarde! 

neve no chile

Na área dos hoteis existe também o restaurante Don Giovanni, que serve ‘comida de verdade’, porém os preços eram bastante altos e optamos por comer no Bajo Zero mesmo. Nesse post completíssimo do Ricardo Freire, do Viaje na Viagem, você consegue ver como é o restaurante.

 

NEVE NO CHILE: COMO ESCOLHER A MINHA ESTAÇÃO?

neve no chile

Como você deve ter percebido, virei fã de Farellones né? Eu realmente acho que ele é a melhor opção pra quem quer ver neve pela primeira vez e quer mais é brincar.

Então se você não curte muito esqui ou até mesmo quer tentar uma vez, apenas por diversão, recomendo Farellones – se você cansar de esquiar, pode devolver seu equipamento e continuar brincando no parque. Além de os preços serem bem melhores!

Mas, se você quer esquiar de verdade, ter a experiência de estar em um resort e conhecer o lugar, vá ao Valle Nevado.

 

 

Este tour – bem como todos em Santiago do Chile – foi feito em parceria com a agência Chile Já porém toda e qualquer informação que você lê aqui no blog é 100% autêntica, verdadeira e honesta. Prezamos sempre pela transparência e sinceridade com o nosso público!

 

AJUDE A MANTER O BLOG 🙂

Fazendo suas reservas através dos parceiros do blog você nos incentiva a continuar produzindo um conteúdo bacana, de qualidade e gratuito cada vez mais atualizado, sem ter qualquer custo extra por isso! Então, bora reservar? o/

 Hospedagem: R$50 de crédito no Booking.com e R$130 de crédito no AirBnB
Seguro Viagem: 5% de desconto no Seguros Promo, Mondial Seguros e Real Seguro
 Aluguel de carro sem IOF: RentCars
 Chip internacional 4G ilimitado: EasySim4u
 Passagens aéreas baratas: Passagens Promo
 Passeios e ingressos: Get Your Guide

About

Sou carioca, tenho 30 anos e junto com meu marido Leandro já visitei 24 países e mais de 101 cidades. Trabalho com produção de eventos e tenho verdadeira paixão por viajar, conhecer novas culturas e compartilhar experiências!

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *