Cajón del Maipo e Embalse el Yeso

Cajón del Maipo é conhecido como “o outro passeio à Cordilheira dos Andes” e fica a 100km de distância de Santiago. Se você curte paisagens de tirar o fôlego e passeios em meio à natureza, não deixe de incluir esse tour no seu roteiro em Santiago!

Essa era uma das visitas mais aguardadas por mim na viagem ao Chile, e mesmo no inverno consegui ter minha tão sonhada foto em meio às cordilheiras branquinhas e o lago verdinho, verdinho!

CAJÓN DEL MAIPO POR CONTA PRÓPRIA OU COM AGÊNCIA?

Durante a ida, na estrada, e mesmo na represa, vi alguns carros particulares por lá, o que me chamou atenção. Muitas pessoas acham o valor do passeio com agência caro e optam por fazer por conta própria, será que vale a pena? Aqui embaixo vou te dar a minha opinião sobre as duas modalidades:

CAJÓN DEL MAIPO POR CONTA 

Tendo vivido a experiência de ir à Cajón com agência, eu diria que ir por conta própria não é uma boa ideia. Acho que a única vantagem dessa modalidade seria fazer as coisas no seu tempo, mas comparando isso aos ‘contras’, acaba não valendo a pena ao meu ver.

A represa – ponto principal do passeio – fica longe de Santiago, então na maioria das vezes é bacana sair cedinho, pra aproveitar o local mais vazio e com o sol da manhã. A estrada muitas vezes tem curvas bastante difíceis e pedaços somente de terra, e que no inverno podem ficar tomadas de neve e/ou lama. Além disso é um passeio bastante extenuante, pois saímos cedinho e voltamos no finalzinho da tarde, sem contar com a caminhada em certa altitude que fazemos quando chegamos ao lago.

Um outro ponto importante é que em alguns pontos do trecho a recepção de internet é quase inexistente, então caso você tenha algum problema, seria complicado se comunicar com alguém. Num país desconhecido – mesmo que fale uma língua familiar à nossa – eu prefiro a segurança de ter alguém me guiando!

 Cajón del Maipo

CAJÓN DEL MAIPO COM AGÊNCIA

Apesar de parecer um pouco “amarrado” eu prefiro fazer certos passeios com uma agência local. Além de você ter a segurança de alguém que conhece a região, você conta também com um guia especializado, que vai te dar dicar e informações sobre o passeio.

Um ponto muito importante em Cajón del Maipo especificamente, é a perícia na direção – como fui no inverno, a estrada muitas vezes tinha neve e gelo, então ter um motorista preparado para essa situação me deixou muito mais segura.

QUANTO CUSTOU IR À CAJÓN DEL MAIPO COM A CHILE JÁ

Claro que esse valor pode mudar de uma agência para a outra, porém quando fui (Agosto/18) a Chile Já estava cobrando uma média de 30 a 35.000 Pesos Chilenos – o que na cotação da época, ficava em torno de R$190 a R$220.

Esse valor inclui pick up/drop off na porta do hotel, lanche em Embalse el Yeso com vinho, parada em uma loja de aluguel de roupas e botas, e um passeio curto na cidade de San Jose del Maipo. No verão, você ainda pode acrescentar a visita às Termas Valle de Colina por um valor extra.

Eu fui em parceria com a Chile Já – a nossa agência para todos os passeios em Santiago, porém tudo o que você lê aqui no blog é um conteúdo próprio, 100% autêntico e real. Nós gostamos muito de todo o atendimento da agência, desde a nossa chegada té nossa saída da cidade, então recomendo muito os serviços deles 🙂

seguro viagem

QUANDO IR À CAJÓN DEL MAIPO?

INDO NO INVERNO

Eu fui no inverno e a minha expectativa estava altíssima – sonhava em ver essa paisagem linda, com a mistura do céu azul, do lago verde, das montanhas cheia de neve! Nesse passeio não tem a visita às Termas, e o caminho pode ser bloqueado caso haja uma nevasca, porém a recompensa é linda né?

Cajón del Maipo

INDO NO VERÃO

Se você for no verão, você poderá incluir no seu passeio a visita às Termas Valle de Colina. O local possui 6 piscinas de água termal com temperaturas que variam entre 25 e 60ºC, onde você pode ficar relaxando.

Cajón del Maipo

COMO SE PREPARAR PARA O PASSEIO?

Acredito que essa dica sirva tanto para quem vai no verão como para quem vai no inverno, como eu: use sapatos de trekking. Mesmo sem ter neve/gelo no caminho, a estrada ainda é de chão batido, terra, então se você for com aquela sua botinha super estilosa ou aquele seu tênis novinho (sim, vi gente lá com tênis branco tinindo!) vai sair com o sapato todo sujo!

Cajón del Maipo

Além disso, em qualquer estação do ano, ouvi dizer que os ventos são constantes lá – então leve uma jaqueta/casaco corta vento por via das dúvidas. Se você chegar e estiver um super calor, solzão à pino, deixe na van – é melhor poder tirar camadas de roupa do que passar frio, né? Como eu fui no inverno, usei legging térmica, suéter, fleece/polar e um sobretudo e deu certo!

 

Veja também: dicas práticas de Santiago do Chile

 

CAJÓN DEL MAIPO COM A CHILE JÁ

O guia Maurício passou no hotel às 6h10 (pontualmente!) e seguimos buscando mais alguns passageiros antes de seguir na estrada. A van era super espaçosa e confortável, e na maioria do percurso eu consegui tirar umas sonecas.

Cajón del Maipo

Nossa primeira parada foi em um local que tinha loja para aluguel de roupas e botas (no inverno, é aconselhado usar botas anti-derrapantes por conta do gelo) e também uma lojinha de brasileiros onde tomamos café da manhã. Comemos um donut, uma empanada de carne e um chocolate quente e pagamos em torno de 3.500 Pesos.

Cajón del Maipo

Seguimos viagem, sempre um pouco adiantado das outras vans, e isso foi uma vantagem – seguimos direto para Embalse, e fomos um dos primeiros a chegar. Por volta das 9h30 avistamos o Embalse el Yeso, uma represa localizada a 2.500 metros de altitude que foi construída pelo homem! Ela foi criada para abastecer toda a região metropolitana de Santiago com água potável.

Cajón del Maipo

Atualmente os carros não podem seguir para a represa propriamente dita; o guia nos explicou como funcionava o trajeto e nos deixou num portão que iniciava com um caminho de terra e chão batido. Nessa hora ventava muito, a sensação térmica era congelante e eu JURO, minha mão ficou até roxa/verde de tanto frio! 😀
Mas bastou começarmos a subida em direção à represa que meu coração foi acelerando e esquentando meu corpitcho!

Cajón del Maipo

Preste muita atenção no caminho – andamos cerca de 20 minutos de onde a van nos deixou até o destino final – e quase tudo era lama e/ou gelo. Não tente caminhar pelas beiradinhas, porque o risco de escorregar é grande! Siga pelo meio da ‘trilha’, sempre atento à neve e à mistura de terra e gelo no chão.

Cajón del Maipo

Muitas pessoas me perguntaram se o passeio vale a pena, pois realmente o que fazemos lá é “só” observar. Mas me diz se essa vista não vale a pena? O lugar é incrivelmente bonito, rende fotos maravilhosas e te dá uma sensação de imensidão e paz sem igual!

Cajón del Maipo

A cor do lago muda conforme a luz do dia e a presença (ou não) de nuvens no céu. Em questão de minutos você pode visualizar uma água mais azulada, mais cinzenta e logo depois, ver tudo se tornar um verde lindo e vivo! Apaixonei real!

Cajón del Maipo
Atenção para a foto blogueirinha xD

O guia nos deu 2 horas para passear pelo local, tirar ‘trocentas’ fotos e depois voltarmos para a van. No caminho você encontra algumas poucas barraquinhas vendendo lanches/bebidas e os preços estavam até amigáveis (considerando que estamos no meio do nada!): pagamos em uma empanada napolitana GIGANTE 1.500 Pesos e 1.000 na água/refrigerante.

Cajón del Maipo
O lugar é tão lindo que até a foto da empanada fica poética, né não?

Cajón del Maipo

Existem banheiros lá também, mais perto de onde a van te deixa, e são super limpos e organizados. Custam 500 Pesos mas o valor se justifica – cada vez que sai uma pessoa, um funcionário entra, limpa tudo para o próximo entrar!

Cajón del Maipo

Na volta, o guia nos recepcionou com uma mesa recheada de snacks – queijos, azeitonas, salame, biscoitinhos, pastinhas, sucos e vinho! A pena é que antigamente o lanche era feito à beira da represa, então rendia fotos lindas, mas como está agora não deixa de ser saboroso e recompensante depois da caminhada da volta.

Cajón del Maipo

Nosso brinde em meio às Cordilheiras!

Cajón del Maipo

A última parada, antes de irmos embora, é em um ‘mirante’ para admirarmos todo o vale e sua imensidão!

Cajón del Maipo

Após essa parada, seguimos para a cidade de San Jose del Maipo e ficamos por lá uns 30 minutos, passeando pela pracinha principal da cidade – e magicamente minhas fotos de lá sumiram do cartão de memória 🙁

Voltamos à cidade por volta das 16h30 super felizes e satisfeitas com o nosso passeio e nossas milhões de fotos pitorescas à beira da represa! Se eu fosse você, corria pra incluir o tour em Cajón del Maipo no seu roteiro em Santiago!

 

Este tour – bem como todos em Santiago do Chile – foi feito em parceria com a agência Chile Já porém toda e qualquer informação que você lê aqui no blog é 100% autêntica, verdadeira e honesta. Prezamos sempre pela transparência e sinceridade com o nosso público!

 

AJUDE A MANTER O BLOG 🙂

Fazendo suas reservas através dos parceiros do blog você nos incentiva a continuar produzindo um conteúdo bacana, de qualidade e gratuito cada vez mais atualizado, sem ter qualquer custo extra por isso! Então, bora reservar? o/

 Hospedagem: R$50 de crédito no Booking.com e R$130 de crédito no AirBnB
Seguro Viagem: 5% de desconto no Seguros Promo, Mondial Seguros e Real Seguro
 Aluguel de carro sem IOF: RentCars
 Chip internacional 4G ilimitado: EasySim4u
 Passagens aéreas baratas: Passagens Promo
 Passeios e ingressos: Get Your Guide

About

Sou carioca, tenho 32 anos e junto com meu marido Leandro já visitei 24 países e mais de 120 cidades. Trabalho com produção de eventos e tenho verdadeira paixão por viajar, conhecer novas culturas e compartilhar experiências!

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *